Advocacia de família

O advogado de família é aquele que conhece bem os problemas que acontecem entre pais e filhos, entre casais e entre parentes em geral, e que precisam de uma solução jurídica.

Ele conhece os caminhos e processos para solucionar esses problemas não apenas da forma mais rápida, mas daquela que resulte em menos prejuízos para você.

Por fim, é o advogado que domina a relação de direitos e deveres e os caminhos processuais para aplicar o direito de família.

Fale com um advogado de família, clicando aqui.

​​E o que é direito de família?

É o conjunto de normas que cuida de diversas relações familiares.

Nessa área do direito encontramos regras sobre casamento e regimes de bens que podem ser escolhidos, sobre união estável, além das regras sobre divórcio.

Cuida ainda das relações entre pais e filhos e todos os direitos e responsabilidades dos pais.

É no direito de família que encontramos as regras sobre tutela e curatela dos menores e das pessoas que necessitam de apoio para a tomada de decisões do dia a dia.

Além disso, encontramos regras para a proteção do bem de família.

Fale agora mesmo com um Advogado de Família. Clique aqui.

Quando é necessário contratar um advogado?

A orientação de um advogado é sempre muito bem vinda sempre que nos deparamos com situações que interferem nos nossos direitos e deveres, mas nem sempre é necessário ou possível contratar um advogado para os atos básicos do direito de família. 

O advogado de família é um profissional capacitado para orientar você sobre todos os seus direitos e deveres e para te acompanhar em todas as etapas do processo.

Existem situações em que o acompanhamento por um advogado é muito recomendável e outras em que é obrigatória, por lei. Vamos falar sobre elas!

No casamento

Não é necessário contratar um advogado para o casamento. Basta comparecer ao cartório de registro civil. Excepcionalmente, existem situações em que o cartório poderá indeferir o registro do casamento. Somente esses casos, é recomendável que se contrate um advogado para a realização dos procedimentos e recursos.

Ainda sobre o casamento, é importante saber que os noivos sempre tem que escolher um regime de bens. O regime mais adotado, da comunhão parcial de bens, é o único que pode ser escolhido diretamente no cartório de registro civil. Para escolher outro regime de bens, deverá ser feita uma escritura pública, sendo essencial a orientação de um advogado, embora não seja obrigatória.

Regime de bens é a forma como o casal decide sobre os bens que cada um possui ao casar e sobre os bens que serão adquiridos durante o casamento.

Divórcio

Para o divórcio, a lei exige que as partes estejam representadas por advogados. Pode ser o mesmo advogado, quando as partes estiverem de acordo sobre todos os termos do divórcio.

Mesmo quando for possível realizar o divórcio em cartório, é necessário que as partes estejam representadas e orientadas por um advogado.

Fale com um especialista em divórcio, clicando aqui.

Adoção

O processo de adoção pode ser realizado também sem a participação de um advogado. Atualmente, os órgãos que realizam o procedimento fornecem a maioria das informações importantes para aqueles que pretendem adotar. Ainda assim, em casos de dúvidas não esclarecidas por esses órgãos, é importante procurar a orientação de um advogado especialista.

Eventualmente, existem situações em que o pedido de adoção pode ser negado pelas autoridades. Nesses casos a parte deverá contratar um advogado para representá-la nos procedimentos judiciais para a modificação da decisão.

Direitos e responsabilidade dos pais sobre os filhos

Em geral, tudo o que diz respeito à vida dos filhos pode ser decidido pelos pais em comum acordo, sem a participação de advogados e do Poder Judiciário.

Todavia, existem situações em que os pais não conseguem chegar a um acordo sobre o que é melhor para os filhos, ou sobre a divisão de seus direitos e obrigações. Além dos casos em que um dos pais não cumpre as suas obrigações de sustento ou mesmo de participação na vida dos filhos.

É necessário contratar um advogado para forçar os pais a cumprirem suas obrigações de sustento e participação na vida dos filhos, quando ele não fizer isso de forma espontânea.

Fale com um especialista em pensão alimentícia, clicando aqui.

Tutela, curatela e tomada de decisão apoiada

Deve ser contratado um advogado em todos os casos de nomeação de um tutor ou curador. Esses casos são decididos pelo Poder Judiciário.

Dúvidas? Solicite um atendimento!
Uncategorized
adminsite

União Estável

O QUE CARACTERIZA? Conceituar união estável não é tarefa fácil, pois é um instituto sujeito a muitas transformações culturais e sociais. E, pelo fato dela

Read More »
Uncategorized
adminsite

Advocacia de família

O advogado de família é aquele que conhece bem os problemas que acontecem entre pais e filhos, entre casais e entre parentes em geral, e

Read More »